Dólar Hoje
Facebook Twitter Instagram

Cordeirópolis-SP, 19 de junho de 2018

 A saúde na mão do Cismetro - Portal Cordero Virtual
08/03/2018 12:05:56

A saúde na mão do Cismetro

A saúde vai mal, muito, muito mal. A voz da população é implacável nesse assunto.

Lembro-me de quando a cidade era muito bem atendida (em conjunto com o extinto HMC) pela Santa Casa de Limeira, conheço várias pessoas que passaram por lá (inclusive eu) e sempre havia um bom atendimento ao povo de Cordeirópolis.

Hoje as pessoas querem entender o que mudou para Cordeirópolis para piorar tanto o atendimento na saúde. Se você é uma delas, siga a leitura.

Mudou no inicio de 2017 (ahh! A mudança), quando o Prefeito Municipal trocou o convênio que a cidade tinha com a Santa Casa de Limeira pelo Consórcio CISMETRO.

Explico.

Até o ano de 2016, Cordeirópolis mantinha com a Santa Casa de Limeira um convênio destinado ao “Pró Santa Casa-3”, programa criado para aprimorar os serviços de saúde no município de Cordeirópolis. Esse convênio custava aos cofres municipais R$20.000,00 (vinte mil reais) por mês.

Logo no início de seu mandato em 2017, o Prefeito preferiu deixar a Santa Casa de Limeira de lado (assim como o HMC) e celebrou um consórcio com o CISMETRO (Consórcio Intermunicipal de Saúde na Região Metropolitana de Campinas). 

O consórcio foi apresentado com pompa de revolução na saúde e economia aos cofres públicos, sendo materializado pela lei municipal 3.041/17.

Nesse consórcio, os municípios rateiam os custos que têm com demandas da saúde, garantindo para todos eles atendimento especializado, de qualidade e - ao menos deveria ser -  melhor do que os serviços que já existem na cidade.

Apesar do consórcio ser um órgão público por equiparação (como uma autarquia) é relaxado na transparência e, em seu sitio eletrônico, encontramos a tabela de rateio apenas do ano de 2014, abaixo¹:


¹CLIQUE AQUI

Cordeirópolis ainda não aparece, mas tomando por base a população de Cosmópolis em 2015, com aproximadamente 66 mil habitantes, o valor de rateio foi de R$1.807.802,33 (um milhão, oitocentos e sete mil, oitocentos e dois reais e trinta e três centavos.) em seis meses, no ano de 2014.

Cordeirópolis, com a manutenção do extinto HMC, tinha previsão de gastos para 2017 no valor de R$891.666,00 (previsão JOM 836/16), mais R$20.000,00 com a Santa Casa. (pelo extinto convênio)

Total previsto de R$911.666,00 (novecentos e onze mil, seiscentos e sessenta e seis reais) mensais com o HMC (extinto) e com a Santa Casa de Limeira. Duas frentes que trabalhavam em conjunto para atender a população, eram próximas e eficientes, num tempo quando muito pouco a população reclamava da saúde.

Não custa lembrar que o governo municipal gastou mais de 600 mil em cinco dias de carnaval.

A pergunta que não calar. Qual foi o rateio de Cordeirópolis com o CISMETRO em 2017? 

Transparência é bom, ajuda a população e, mais importante, é obrigação.
 Politiconomia - Portal Cordero Virtual
Politiconomia
Por: Marcelo L. Braga
Espaço para trazer assuntos da economia e da política, ajudando na formação de opiniões e cidadania.

VEJA MAIS ARTIGOS DESTE COLUNISTA

Outras Colunas:
Os conteúdos publicados por colunistas ou visitantes no Portal Cordero Virtual não expressam a opinião do Portal Cordero Virtual, sendo de responsabilidade de seus autores. Clique aqui e veja os Termos e Condições de Uso do Portal Cordero Virtual.
COBERTURAS

MAIS FOTOS

2001-2018 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71