Corona Real - Portal Cordero Virtual

Corona Real

28/04/2020 10:34:43
Se o nevoeiro e o cinza do céu londrino sempre tiveram o seu quê de deprimente, agora sim é que o clima descambou para a beira do precipício.

Nos arredores do Palácio de Buckingham, chega a ser ensurdecedor o barulho de uma ou outra folha de árvore caindo. Uma placa de “Vende-se ou Aluga-se – Tratar com a proprietária”, pendurada no imponente portão de entrada, balança pra lá e pra cá conforme o (mau) humor climático. Comentariam os tabloides, caso continuassem em circulação, que lá dentro a inoxidável Elizabeth dividia seu tempo aos cuidados do filho Charles e do marido Phlip – um ainda meio combalido pelo vírus, o outro estragado pela idade, enquanto atendia aos telefonemas de interessados em comprar ou alugar seu fabuloso chateau.

Consta que um dos raros assessores ainda a serviço da rainha sugeriu a ideia sinistra de expor a soberana ao corpo-a-corpo com turistas do mundo inteiro, para fotos pessoais. Desde que, claro, o candidato à selfie apresentasse previamente resultado negativo para Covid-19. E, detalhe, pagasse algo em torno de 150 mil libras pela exclusividade. Isso não significaria a reativação da indústria turística na Ilha, mas sem dúvida traria uma sehora entrada de caixa, a depender do número de milionários interessados na extravagância.

Produtos tradicionais do Reino Unido, dos scotches 18 years old aos chaveirinhos de cabine telefônica das lojas de souvenir, há meses deixaram de ser produzidos. É preciso, entretanto, salvar a dignidade do selo “By appointment to Her Majesty the Queen”. Acontece que, na medida em que produtos britânicos de alta qualidade não são mais fabricados por falta de operários que os produzam e de consumidores que os comprem, fica difícil encontrar onde estampar a cobiçada certificação.

Há ainda estudos que sugerem a viabilidade de locação de centenas de quartos do Palácio de Buckingham e do Castelo de Windsor via sistema Airbnb. Reservando-se, contudo, um dormitório amplo em cada um dos edifícios para membros da família real, a serem acomodados em treliches e sem direito a serviçais.

Esta é uma obra de ficção.
© Direitos Reservados
 Consoantes Reticentes - Portal Cordero Virtual
Consoantes Reticentes
Por: Marcelo Pirajá Sguassábia
Humor, nonsense e sátira. Junte a isso algumas incursões no universo onírico. É esse mais ou menos meu estilo: o não-estilo definido. Sou redator publicitário, pianista diletante, beatlemaníaco fanático e amante de filmes e livros sobre viagens no tempo.
Compartilhe:
MAIS ARTIGOS DESTE COLUNISTA

Outras Colunas:
Os conteúdos publicados por colunistas ou visitantes no Portal Cordero Virtual não expressam a opinião do Portal Cordero Virtual, sendo de responsabilidade de seus autores. Clique aqui e veja os Termos e Condições de Uso do Portal Cordero Virtual.
Clique Aqui

2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71