Como diferenciar um espirro normal daquele causado pela covid-19? - Portal Cordero Virtual

Como diferenciar um espirro normal daquele causado pela covid-19?

Chegada do outono traz queda na temperatura e ar mais seco que favorecem doenças respiratórias

30/04/2021 22:32:05
Faça o seu cadastro para receber nossas novidades
Compartilhe:
Como diferenciar um espirro normal daquele causado pela covid-19?
Como diferenciar um espirro normal daquele causado pela covid-19?
A pandemia de Covid-19 deixou todo o mundo em alerta em relação ao autocuidado e, principalmente, aos sinais que o corpo dá quando algo não vai bem.

No entanto, alguns sintomas podem acabar gerando pânico nas pessoas que ficam em dúvida se foram contaminadas pelo novo coronavírus ou se apenas estão com alguma outra condição de saúde, como resfriado ou rinite.

"Nem todo espirro é sinal de coronavírus", alerta Dra. Maura Neves, médica otorrinolaringologista pela USP, que lembra que as crises de espirro tendem a ser mais frequentes nesta estação justamente porque o ar mais seco e frio aumenta a concentração de poluentes no ar.

Outro ponto de atenção é que, por causa do frio, muitas vezes trocamos o ambiente ventilado e arejado por locais fechados, de modo que, sem querer, acabamos ficando mais expostos aos ácaros, poeira, fungos e vírus. "Sempre foi assim. O importante é, agora, sabermos diferenciar uma crise de rinite da Covid-19 e evitar o pânico", diz a médica.

Mas afinal, qual a diferença entre uma infecção e uma alergia?

"As infecções virais, a saber gripes e resfriados, apresentam como sintomas principais: dor de garganta, cansaço, dor de cabeça além dos sintomas nasais de obstrução, coriza e espirro", ensina Dra. Maura.

A diferença entre resfriado e gripe é que, neste último, os sintomas são mais intensos e podem ser acompanhados por febre. A duração é de 3 a 7 dias com duração média de 5 dias.

Na rinite e crises alérgicas, os sintomas são só nasais: obstrução, coriza, espirros e coceira. Os sintomas podem durar algumas horas, alguns dias ou serem perenes. "Uma característica importante nas rinites é que os espirros são, muitas vezes, em salvas, ou seja, vêm em séries de muitos e na sequência. Pode ocorrer em qualquer hora do dia a depender do momento da crise de rinite. Muitas pessoas relatam espirros em salva ao acordar ou sair do banho, por exemplo, o que ocorre por conta da variação de temperatura corporal."

E a rinite é algo bastante comum: estudos populacionais indicam que cerca de 30% da população sofre deste tipo de alergia, sem contar as rinites não alérgicas (irritativa, hormonal, do idoso etc.).

"E a Covid-19? Como diferenciar?" - essa é a grande questão que mais fazem para a médica. Os sintomas da Covid-19 são parecidos com os da gripe e, nos casos mais graves, somam ainda febre alta, tosse e dificuldade para respirar. "Porém, pode ocorrer de serem sintomas mais leves, como nariz entupido ou escorrendo, dor de garganta e até sintomas gastrointestinais, como dor de barriga, diarreia e vômito. A perda de olfato e paladar ocorre muitas vezes sem a obstrução nasal e os espirros não são tão frequentes, embora possam aparecer", ensina Dra. Maura.

A dica deixada pela médica é se atentar aos demais sintomas que acompanham a crise de espirros. Rinites, por exemplo, não têm dor de garganta ou febre e são acompanhadas de coceira e salva. Já gripes e resfriados não têm coceira. Se o nariz ficar obstruído, a perda de olfato ocorrerá por este motivo e, no caso da Covid-19 isso ocorre sem que o nariz fique entupido.

"De qualquer forma, se houver qualquer dúvida, o médico deve ser consultado para melhor orientação", conclui Dra. Maura.




Sobre Dra. Maura Neves

• Otorrinolaringologista

• Formação: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

• Graduado em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP

• Residência médica em Otorrinolaringologia no Hospital das Clinicas Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP

• Fellowship em Cirurgia Endoscópica Nasal no Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP

• Título de especialista pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial - ABORL-CCF

• Doutorado pelo Departamento de Otorrinolaringologia do Hospital das Clinicas Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP

Sobre a Clínica MEDPRIMUS

Acolher os pacientes com tratamentos multiprofissionais, para proporcionar bem-estar é o lema do corpo clínico MEDPRIMUS. Dessa forma, preza pelo atendimento personalizado que supre a todas as expectativas do cliente/paciente, gerando confiança e criando vínculo com o paciente. Bem localizada, a Clínica está na Região de Moema São Paulo, com ótima infraestrutura e tecnologia.

Créditos:

Dra. Maura Neves otorrinolaringologista da Clinica MedPrimus

Clínica MEDPRIMUS

http://www.medprimus.com.br
Como diferenciar um espirro normal daquele causado pela covid-19?
Dra. Maura Neves otorrinolaringologista da Clinica MedPrimus. Clínica MEDPRIMUS
Dra. Maura Neves otorrinolaringologista da Clinica MedPrimus. Clínica MEDPRIMUS
Dra. Maura Neves otorrinolaringologista da Clinica MedPrimus. Clínica MEDPRIMUS

Fonte: UPDATE COMUNICAÇÃO INTELIGENTE
Faça o seu cadastro para receber nossas novidades
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2021 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71