Qualidade do sono e isolamento social - Portal Cordero Virtual

Qualidade do sono e isolamento social

Especialistas indicam importantes atitudes que podem melhorar a qualidade do sono e, consequentemente a qualidade de vida durante esse período.

18/11/2020 23:23:38
Compartilhe:
Qualidade do sono e isolamento social
Qualidade do sono e isolamento social
Uma boa qualidade do sono é fundamental para a saúde física e mental, incluindo o bom funcionamento do sistema imunológico, importantíssimo nesse período de pandemia. Mas o que seria um sono de boa qualidade? Estudos indicam que o sono ideal deve ter entre 7 a 9 horas de duração, sem pausas, ou seja, sem momentos de insônia nesse período. Uma boa forma de verificar se seu sono está adequado é perceber se, ao acordar, ainda persiste a vontade de dormir ou se você se sente realmente descansado.

A pandemia e as medidas de distanciamento social têm afetado o sono de parte da população. Ansiedade, mudanças bruscas de hábitos e da rotina diária,  maior tempo do uso de telas como computadores e celulares são alguns dos fatores apontados como causas de insônia e noites mal dormidas.

Especialistas indicam importantes atitudes que podem melhorar a qualidade do sono e, consequentemente a qualidade de vida durante esse período.

- Mantenha uma rotina de sono. Durma e acorde nos mesmos horários, principalmente em dias de semana. Mesmo que não esteja com sono, é recomendado que a pessoa deite na cama, tente esvaziar a mente e relaxar;

- Prepare o ambiente. O seu quarto é o seu local de descanso, portanto evite trabalhar ou estudar na cama. Na hora de dormir, abaixe a luz, medite ou escute uma música relaxante;

- Tenha disciplina, organize as tarefas diárias, faça planejamentos e estabeleça horários para as atividades de trabalho e estudo;

- Desapegue do pijama. Isso mesmo! Não é porque você não vai sair de casa que precisa ficar de pijama o dia todo. Ao levantar, tire o pijama e vista uma roupa confortável;

- Cuide da alimentação, evitando ingestão de bebidas estimulantes no período da noite, como cafés, chás e energéticos. O ideal é manter os horários normais das refeições;

- Reduza o uso de aparelhos celulares, TV e computadores duas horas antes do seu horário de dormir. Converse com a família, aproveite para jogar cartas, tabuleiros ou ler algum livro;

- Pratique atividade física regularmente. Se não for possível realizar todos os dias, escolha três dias da semana para se exercitar. No entanto, evite práticas intensas de exercícios no período da noite; o final da tarde é o melhor horário para que essa prática lhe ajude a dormir melhor.

Crianças e adolescentes devem adequar as rotinas da casa para que também possam dormir bem e manter boa saúde para as atividades escolares. Idosos também merecem atenção especial neste período, pois podem ficar ansiosos e agitados.

Vamos aproveitar esse momento para aprender, cuidar da saúde e criar novos hábitos saudáveis.


Autora: Evelyne Correia, especialista em Fisiologia do exercício, é professora da área de linguagens cultural e corporal nos cursos de bacharelado e licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Página 1 Comunicação
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71