Sábado (25) comemorou-se o Dia Municipal de Ignês de Oliveira Cassiano - Portal Cordero Virtual

Sábado (25) comemorou-se o Dia Municipal de Ignês de Oliveira Cassiano

Na live especial realizada no último dia 24, por mulheres negras da cidade, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Izabel Amaral - a Bel, fez uma homenagem especial a Ignês.

28/07/2020 14:07:50
Compartilhe:
Sábado (25) comemorou-se o Dia Municipal de Ignês de Oliveira Cassiano
Sábado (25) comemorou-se o Dia Municipal de Ignês de Oliveira Cassiano
Dia 25 de julho é uma data especial, que marca o nome de mulheres importantes na luta contra o preconceito. A nível internacional, comemora-se o Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha. No Brasil, Dia da Mulher Negra e, em Cordeirópolis, Dia Municipal de Ignês de Oliveira Cassiano, mulher afrodescendente que foi pioneira na luta contra a desigualdade racial em nosso município.

Na live especial realizada no último dia 24, por mulheres negras da cidade, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Izabel Amaral - a Bel, fez uma homenagem especial a Ignês.

“Mulher negra, descendente de escravos, moradora de Cordeirópolis. Nas décadas de 60,70,80, foi pioneira na luta contra a desigualdade racial e exclusão na cidade”, disse Bel, no início de sua fala. Em seguida, falou sobre a Sociedade Beneficente e Recreativa Princesa Isabel, atual Clube Princesa Isabel, em que Ignês fundou na década de 70 para acolher a população negra, que não era aceita em outros clubes, portanto, não tinham acesso à cultura, lazer e entretenimento.

Bel também lembrou do Albergue e do Asilo Santa Ignês, em que a ativista cordeiropolense fundou na década de 70 e ficavam localizados na Rua Sete de Setembro. No espaço, Ignês atendia idosos, moradores de rua, mulheres e filhos desabrigados, proporcionando alimentação, encaminhamento para empregos e auxílio na regularização de documentos pessoais.

“Palavras que definem Ignês: sororidade, educação e cidadania”. Assim, Bel, que além de presidente do CMDM, é ceramista, mãe, avó, estudante de sociologia e ativista pelos direitos da mulher e da Lei Maria da Penha, concluiu sua homenagem.

Assim como foi Ignês, Bel também é muito presente na luta contra o preconceito racial em Cordeirópolis, tendo participação ativa em diversos grupos de mulheres negras. Em sua gestão no CMDM, atuou em diversas ações. “Sempre procuro valorizar e ajudar pessoas da minha cor, faço isso com muito orgulho e inspirada na grande Ignês de Cassiano, que foi tão importante para história de nossa cidade e de nosso povo”, disse.


Fonte: Imprensa Prefeitura Municipal de Cordeirópolis
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71