Projeto de lei do deputado Murilo Félix proíbe piercing em animais - Portal Cordero Virtual

Projeto de lei do deputado Murilo Félix proíbe piercing em animais

Murilo acrescenta que infringir dor e sofrimento a um animal é uma prática cruel que pode levar à detenção dos infratores, de acordo com o artigo 32 da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, a Lei de Crimes Ambientais

06/04/2021 15:32:17
Compartilhe:
Projeto de lei do deputado Murilo Félix proíbe piercing em animais
Projeto de lei do deputado Murilo Félix proíbe piercing em animais
Com o objetivo de garantir mais proteção aos animais, o deputado estadual Murilo Félix (Podemos) protocolou hoje um projeto de lei que proíbe a colocação de piercing em animais domésticos, para fins estéticos, por estabelecimentos comerciais, estúdios, profissionais liberais ou qualquer pessoa física em todo o Estado de São Paulo.

“Não há o que se discutir sobre o livre arbítrio de uma pessoa que queira implantar o adorno em seu próprio corpo, mas não podemos jamais tomar essa decisão pelos animais”, justifica o parlamentar.

Segundo ele, já existe lei semelhante em alguns estados do Brasil e nos Estados Unidos, em Nova Iorque, também. Se o seu projeto prosperar nas comissões da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) e o for aprovado, o infrator estará sujeito a multa correspondente a 1.700 vezes o valor da Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp) – R$ 49.453.

Murilo acrescenta que infringir dor e sofrimento a um animal é uma prática cruel que pode levar à detenção dos infratores, de acordo com o artigo 32 da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, a Lei de Crimes Ambientais. “Dessa forma, o objetivo deste projeto de lei é impedir que esse tipo de procedimento se intensifique aqui no Estado de São Paulo, garantindo segurança jurídica para a aplicação de penas àqueles que permitirem que animais sob sua tutela sejam submetidos a procedimentos dolorosos”, reforça.

Além do sofrimento causado pela dor, o deputado argumenta que os animais domésticos que passam por esse procedimento estético são expostos a diversas outras complicações, como reações alérgicas, infecções e cicatrizes decorrentes do piercing. “Estamos no Abril Laranja, mês de alerta sobre crueldade contra animais. Portanto, é ainda mais oportuno reforçarmos e atualizados os mecanismos legais de prevenção”, finaliza.

Fonte: Assessoria Murilo Félix
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2021 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71