Limeira permanece da Fase Verde do Plano São Paulo até dia 30 de novembro - Portal Cordero Virtual

Limeira permanece da Fase Verde do Plano São Paulo até dia 30 de novembro

Informações de que o comércio limeirense irá fechar novamente são inverídicas (fake news)

18/11/2020 23:44:14
Compartilhe:
Limeira permanece da Fase Verde do Plano São Paulo até dia 30 de novembro
Limeira permanece da Fase Verde do Plano São Paulo até dia 30 de novembro
Nesta última terça-feira (17), a Prefeitura de Limeira emitiu nota e enviou um ofício às entidades representativas do munícipio para esclarecer as informações inverídicas (fake news) relacionadas ao fechamento do comércio e das atividades não essenciais que estão sendo divulgadas na cidade. “A respeito de possível fechamento de empresas e comércio após as eleições, isso é mentira e profundamente lamentável. Essas notícias falsas precisam ser combatidas com rigor e a verdade precisa ser compartilhada para orientar adequadamente as pessoas”, destacou o prefeito Mário Botion no documento.

O governo municipal ainda esclareceu que não há nenhum dado técnico que indique que a cidade de Limeira, assim como a região de Piracicaba, possa retroceder para as Fases Amarela ou Laranja, demonstrando que as cidades do grupo obtiveram êxito no controle da propagação do vírus, e informou que um novo decreto será publicado nesta quarta-feira (18), para oficializar a continuação da quarentena instituída, assim como demais medidas impostas pelo governo estadual.

Todas as decisões tomadas até então foram praticadas de acordo com as orientações do grupo técnico, composto por profissionais de todos os hospitais e da Prefeitura. “Limeira tentou, no início da pandemia, estabelecer um plano próprio de retomada, com maior flexibilização da economia, mas por ordem judicial foi obrigada a respeitar as regras do Estado, que tem competência para decisões durante uma pandemia. A Prefeitura de Limeira foi até o Supremo Tribunal Federal (STF) para conseguir autonomia, mas foi negado pela instância máxima do Judiciário”, frisou o governo municipal.

A Associação Comercial e Industrial de Limeira - ACIL está acompanhando de perto todas as decisões e ações relacionadas à quarentena na cidade de Limeira, sempre com o intuito de defender os interesses da classe empresarial limeirense, inclusive dos trabalhadores, que foram muito prejudicados nos últimos meses. “Somente em nossa cidade, dezenas de empresas encerraram suas atividades ou tiveram redução de quadro de trabalhadores, gerando mais de 4 mil vagas de trabalho fechadas, entre março e junho. Com a reabertura e flexibilização do comércio, iniciou-se uma recuperação do setor, que ainda luta, e muito, para retomar as atividades econômicas antes da pandemia. Não podemos ser penalizados mais uma vez e vamos lutar para que os direitos que quem move a economia da nossa cidade, do País, não sejam lesados”, frisou o presidente da ACIL, José Mário Bozza Gazzetta.

O ofício enviado pelo Prefeito às entidades.

Fonte: Acil Limeira
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71