Limeira terá Ambulatório de Campanha para atender pacientes com suspeita de coronavírus - Portal Cordero Virtual

Limeira terá Ambulatório de Campanha para atender pacientes com suspeita de coronavírus

Ainda em razão do aumento da ocupação de leitos, o prefeito informou que uma nova estrutura de atendimento, denominada Ambulatório de Campanha, está sendo montada pela prefeitura ao lado do hospital Humanitária

01/07/2020 12:20:49
Compartilhe:
Limeira terá Ambulatório de Campanha para atender pacientes com suspeita de coronavírus
Limeira terá Ambulatório de Campanha para atender pacientes com suspeita de coronavírus
Em nova coletiva online de imprensa, o prefeito Mario Botion anunciou a abertura de um Ambulatório de Campanha em Limeira, com dois consultórios, serviço de testagem e farmácia, e falou sobre o processo de ampliação da Unidade de Referência Coronavírus (URC), que terá mais 18 leitos. A multa para quem não usar máscara em locais públicos a partir desta sexta-feira (3), conforme determinação do governo estadual, foi outro tema abordado durante a entrevista, que ocorreu nesta última terça-feira (30), no Paço Municipal (Edifício Prada), e contou com a participação do secretário de Saúde, Vitor Santos, e do diretor de Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari.

Botion relembrou a decisão tomada na semana passada de suspender o processo de flexibilização das atividades não essenciais no município, conforme orientação do Grupo Técnico e aumento do número de casos, bem como da taxa de ocupação de leitos para coronavírus. Inicialmente, a medida valeria até o dia 5 de julho, porém, com a publicação de um novo decreto estadual, que inseriu todas as 26 cidades da região de Piracicaba, incluindo Limeira, na fase 1 (vermelha), a medida será estendida até o dia 14 de julho.

Ainda em razão do aumento da ocupação de leitos, o prefeito informou que uma nova estrutura de atendimento, denominada Ambulatório de Campanha, está sendo montada pela prefeitura ao lado do hospital Humanitária. Trata-se de uma tenda que abrigará dois consultórios, farmácia para facilitar ao acesso a medicamentos usados no tratamento de pacientes de coronavírus e testagem das pessoas notificadas.

No que diz respeito à ampliação da Unidade de Referência Coronavírus (URC), o serviço contará com mais 18 leitos. Serão mais nove leitos ambulatoriais e nove leitos de UTI.  Além disso, o prefeito salientou que o Pronto Atendimento da Humanitária atenderá exclusivamente casos de Covid-19, medida que o transformará em hospital de referência para esse setor.

“Estamos avançando na criação de estrutura física, no entanto, precisamos que as pessoas entendam a gravidade do momento, cuidando de si e dos seus familiares”, salientou o chefe do Executivo. A necessidade de manter o afastamento social e de reforçar os cuidados com a higiene pessoal, sobretudo intensificando a lavagem das mãos, também foi reforçada pelo prefeito. “Contamos com a disciplina e a responsabilidade de todos os munícipes”, completou.

Quanto ao uso obrigatório de máscaras, atendendo à normativa do governo estadual (Resolução SS – 96), Botion observou que ao longo da semana a prefeitura irá atuar na divulgação educativa dessa nova determinação. A partir desta sexta (3 de julho), agentes da prefeitura e da Guarda Civil Municipal, em parceria com a Polícia Militar, iniciarão a fiscalização. “A máscara é uma barreira importante para diminuir a velocidade de contaminação. Quem não estiver usando máscara em ambientes púbicos infelizmente estará sujeito à multa de R$ 524, 59”, afirmou. Já a multa para os estabelecimentos será de R$ 5.025,02, para cada usuário flagrado no interior do estabelecimento no momento da fiscalização, que não estiver utilizando a máscara.

TESTES

Vitor Santos ressaltou que o município realizou um amplo trabalho de testagem, com cerca de 12 mil pessoas, e que desse total, 1.547 foram positivados. Segundo ele, todo o estoque de testes disponível será destinado, prioritariamente, aos 2.177 casos suspeitos. Em caso de confirmação, os familiares serão convocados pela Divisão de Vigilância Epidemiológica para também serem submetidos ao procedimento.

O secretário também alertou sobre a importância de a população ficar atenta aos sintomas de coronavírus. Além das manifestações mais comuns, como tosse, coriza, febre e falta de ar, ele enfatizou a ocorrência de outros sintomas, como diarreia, dor de cabeça intensa, ausência do olfato e do paladar. Ao contrário da orientação inicial, de procurar serviço médico apenas em caso de falta de ar, Vitor Santos afirmou que o paciente deve dirigir-se imediatamente às unidades de referência na ocorrência dos sintomas descritos acima.  “Estamos ampliando a rede, com o Ambulatório de Campanha, para que as pessoas possam buscar precocemente o atendimento”, frisou.

Em relação à incidência de novos casos, o secretário avaliou que a cidade ainda não atingiu o pico da doença. Na visão dele, isso deve ocorrer no final do mês de julho. Apesar da curva ascendente de casos, ele observou que até o momento nenhum munícipe ficou sem assistência em Limeira.

Foto(s): Adilson Silveira
Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura de Limeira
Compartilhe:
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Clique Aqui


2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71