Falta de pacientes a consultas e exames preocupa Comissão de Saúde em Limeira - Portal Cordero Virtual

Falta de pacientes a consultas e exames preocupa Comissão de Saúde em Limeira

Maior parte das faltas, no último quadrimestre, ocorreu na atenção básica, foram 17.163 faltas

08/10/2019 07:20:01
Falta de pacientes a consultas e exames preocupa Comissão de Saúde em Limeira
Falta de pacientes a consultas e exames preocupa Comissão de Saúde em Limeira
A Comissão de Saúde, Lazer, Esporte e Turismo da Câmara voltou a discutir o número de faltas de pacientes a consultas e exames. Novos dados foram apresentados aos vereadores pelo secretário Municipal de Saúde, Vitor Santos, em reunião nessa quinta-feira, 3 de outubro. Entre maio e agosto deste ano, 25.427 pacientes deixaram de comparecer a consultas agendadas. O prejuízo financeiro e social foi alvo de preocupação para os vereadores.

Maior parte das faltas, no último quadrimestre, ocorreu na atenção básica, foram 17.163 faltas. Entre os exames, o raio-x apresenta 26,7% de ausências. O chamado absenteísmo – a ausência a um compromisso – gera perdas financeiras e os dados das perdas no orçamento serão levantados, declarou o responsável pela pasta da saúde. Os recursos são perdidos em produtividade de profissionais de saúde e equipamentos custeados para suprir as demandas.

O impacto social também foi abordado. Tanto a Comissão como o secretário Vitor Santos concordaram que o dinheiro das consultas e exames não realizados, devido ao não comparecimento dos pacientes, poderia ser aplicado para zerar filas; no aumento da oferta de exames, cirurgias, por exemplo. 

O vereador Dr. Rafael Camargo (MDB), relator do processo administrativo que trata do tema na Casa, destacou a responsabilidade conjunta do Executivo, do Legislativo e do cidadão. A presidente da Comissão, Dra. Mayra Costa (Cidadania), propôs uma ação integrada com a Prefeitura para reforço em campanhas de conscientização dos munícipes.       

Mutirão

Ausência foram registradas mesmo em mutirão. Com 1.800 consultas agendadas para atendimento oftalmológico, entre 26 de setembro e 3 de outubro, 41% dos pacientes ainda restavam ser alcançados no último dia de ação. Em cinco dias, ao menos 226 pessoas não compareceram, mesmo com agendamento com hora marcada. O secretário Vitor explicou que a medida foi adotada justamente para não haver fila de espera e oferecer maior comodidade. Outra estratégia citada por ele foi o contato feito pelas unidades de saúde nos bairros diretamente com cada um dos pacientes. 

O mutirão ocorreu por meio de um “consultório móvel”, instalado no Parque Cidade, ao lado da Biblioteca Pedagógica. Um novo chamamento será realizado em outra fase do projeto “+ Visão” a ser divulgada pela Prefeitura. 

Humanitária

Ainda na reunião com a equipe da Secretaria, os membros da Comissão relataram queixas recebidas pelos vereadores com relação ao atendimento da ala psiquiátrica. “Temos recebido constantemente denúncias, inclusive de profissionais das áreas de saúde e social. E a situação se torna ainda mais crítica ao ter ocorrido a morte de um paciente, por suspeita de suicídio. Independentemente da causa, eu como vereadora vou abrir administrativamente essas reclamações na Comissão de Saúde, principalmente após a morte de um paciente”, alertou Dra. Mayra Costa.

A vereadora se referiu ao caso de um homem de 41 anos, encontrado morto na madrugada de terça-feira, 1º de outubro, em um leito no hospital Humanitária em Limeira. Informações divulgadas pelo site Notícias de Limeira apontam que a vítima estava internada desde o dia 26 de setembro, para tratamento de abstinência alcoólica. O interno supostamente provocou suicídio por estrangulamento.

Sobre o ocorrido, a Secretaria informou que haverá abertura de sindicância para apuração. Vitor Santos explicou ainda que tanto o fluxo administrativo como o atendimento médico na área de saúde mental serão avaliados pela pasta.

Cismetro

A partir de aval do Legislativo para integrar o Consórcio Intermunicipal de Saúde na Região Metropolitana de Campinas - Norte (Cismetro), a Secretaria de Saúde também apresentou um balanço das ações realizadas por Limeira como consorciada. O crédito adicional especial no orçamento, segundo Vitor Santos, foi de até R$ 1,250 milhão. O valor é destinado às despesas com aquisição de consultas e exames.

Em agosto e setembro, 2.362 consultas e 3.974 exames foram realizados por meio do Cismetro. Em algumas especialidades como ortopedia a fila de pacientes foi zerada. O mesmo ocorreu com exames de mamografia, afirmou o secretário. Ele antecipou que, como o recurso inicial está chegando ao limite, novo crédito deve ser solicitado para atendimento das demandas do município.    

Participaram todos os membros da Comissão de Saúde: Dra. Mayra Costa, presidente; Dr. Rafael Camargo (MDB), Erika Tank (PL), Constância Felix (PDT) e Darci Reis (PSD).

Foto(s): Bruna Carvalho / Câmara Municipal de Limeira
Fonte: Imprensa - Câmara Municipal de Limeira
Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


2001-2019 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71