Servidores da prefeitura de Limeira avançam no aprendizado de Libras - Portal Cordero Virtual

Servidores da prefeitura de Limeira avançam no aprendizado de Libras

Com 40 horas de duração, as aulas abordaram os conceitos básicos da língua de sinais, como o alfabeto, números, dias da semana, saudações, entre outros.

11/09/2019 07:30:01
Servidores da prefeitura de Limeira avançam no aprendizado de Libras
Servidores da prefeitura de Limeira avançam no aprendizado de Libras
O Centro Educacional João Fischer Sobrinho (área auditiva/surdez) formou uma nova turma do curso de Libras (Língua Brasileira de Sinais), no nível básico. Concluíram a formação 14 alunos, de diferentes setores da Prefeitura de Limeira. As aulas começaram em março e estenderam-se até agosto, sob coordenação do professor surdo Alexssandro Silva da Fonseca, com apoio da educadora Luciana Cristina Stradioto Ortolan. A iniciativa foi tão bem-sucedida, que os alunos iniciaram agora em setembro o módulo intermediário. 

O curso foi resultado de uma parceria entre o Ceprosom, responsável pelo João Fischer, e a Secretaria de Administração, visando habilitar os participantes à compreensão e utilização da língua, e consequentemente, promover a inclusão das pessoas surdas no serviço público. Com 40 horas de duração, as aulas abordaram os conceitos básicos da língua de sinais, como o alfabeto, números, dias da semana, saudações, entre outros. 

Esta é a terceira turma aberta desde 2018 pelo João Fischer. Segundo a coordenadora da unidade, Marina Alencar, a ideia é que novas classes sejam criadas no ano que vem. “Seria um sonho se todas as repartições públicas tivessem um intérprete de Libras. Nesse sentido, estamos dando o primeiro passo rumo a inclusão”, frisou.

A questão da acessibilidade também foi destacada pelo professor “Alex”, como é chamado pelos alunos. Durante o curso, ele fez um resgate histórico do uso da Libras, instituída no Brasil pela Lei Nº 10.436 de 2002, e contou um pouco sobre os obstáculos que precisou superar ao longo da vida. “A sociedade precisa ser mais inclusiva, para que o surdo seja independente e consiga resolver sozinho as questões do dia a dia, sem ajuda de familiares ou amigos”, frisou Alex, que é ex-aluno do João Fischer.

Para a assistente social Carla Stahl Correa Toledo, que trabalha no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), o conhecimento em Libras irá facilitar o atendimento à população surda que busca uma vaga no mercado de trabalho. Ela conta que já colocou em prática o que aprendeu durante o curso, ao atender duas pessoas surdas que se candidatavam a um emprego. “É essencial que nós, ouvintes, possamos nos comunicar em Libras”, comentou.

Atualmente, o Centro Educacional atende 35 pessoas de diferentes faixas etárias, em um imóvel na Rua Carlos Gomes, 1.418, no centro da cidade. O local oferece atendimento socioeducacional bilíngue para pessoas com surdez, estimulando a sociabilidade e a interação familiar e comunitária, além de promover a autonomia e melhora da qualidade de vida.

Setembro Azul

Em comemoração ao “Setembro Azul” - mês que trata das lutas e conquistas dos surdos ao longo da história, o João Fischer terá algumas atividades. No dia 25 (quarta-feira), às 16h, a unidade abriga uma roda de conversa com familiares de pessoas em situação de surdez para troca de experiências. No dia 26 (quinta-feira), data em que se comemora o Dia Nacional do Surdo, haverá um evento na Praça Toledo Barros, das 13h às 16h, com participação de alunos do João Fischer, familiares e demais instituições. 


Foto(s): Secretaria de Comunicação Social
Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura de Limeira
Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


2001-2019 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71