Saiba quais os impactos no Brasil do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia - Portal Cordero Virtual

Saiba quais os impactos no Brasil do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia

Só no PIB brasileiro a projeção é de um aumento de U$87,5 bilhões de dólares nos próximos quinze anos entre reduções não tarifárias e produtividade dos fatores de produção

07/07/2019 06:00:02
Os países integrantes do Mercosul e da União Europeia assinaram o acordo de livre comércio na última sexta-feira (28) em Bruxelas, criando a maior parceira comercial do mundo. Após cerca de 20 anos de negociação, o tratado põe fim ao isolamento dos países da América Latina e deve gerar mudanças na economia.

Só no PIB brasileiro a projeção é de um aumento de U$87,5 bilhões de dólares nos próximos quinze anos entre reduções não tarifárias e produtividade dos fatores de produção. Listei as condições que irão impactar no Comércio Exterior e como é possível utilizar isso a favor de negócios e empresas.

Conheça as vantagens para o Mercosul:

Nos próximos dez anos, mais de 90% das exportações terão suas tarifas zeradas. Já aquelas que não estão inclusas, terão acesso preferencial por meio de cotas. Antes do acordo, a taxa de entrada brasileira, por exemplo, era de apenas 24% na União Europeia.

Taxação de produtos na exportação:

O acordo prevê a eliminação na tarifa de produtos agrícolas brasileiros como suco de laranja, frutas, café solúvel, peixes, crustáceos e óleos vegetais. Além disso, exportadores brasileiros terão acesso via quotas a carnes, açúcar, etanol, entre outros. No caso de produtos industriais, também está garantido 100% de eliminação de tarifas, aumentando a competitividade entre os setores.

Taxação de produtos na importação:

A parceira também deve beneficiar a importação da Europa para o Brasil. A previsão divulgada indica que 91% das tarifas impostas hoje ao Mercosul devem ser retiradas gradualmente. Produtos como queijos e laticínios também estão inclusos, com taxa zero na importação. Já os vinhos, devem zerar as tarifas em doze anos.

Veículos, que hoje tem 35% de taxa cobradas na importação, terão redução gradual. Demais produtos também devem tarifas eliminadas conforme o indicativo a seguir: equipamentos industriais a partir de 14%; produtos químicos até 18%; roupas até 35%; produtos farmacêuticos até 14%; chocolate até 20%; licores até 35%; peixes enlatados até 55% e bebidas gaseificadas até 35%.

O Acordo de Livre Comércio trata-se de uma parceira, que como o próprio nome diz, pretende facilitar o comércio entre seus participantes. São tarifas e regulamentações acordadas entre as partes para ampliar o alcance das medidas e estimular o acesso a produtos pelos processos de importação e exportação. Após o anúncio, o acordo deve ser ratificado pelos países, processo que pode levar cinco anos ou mais.

Sobre a LogComex

A Plataforma LogComex torna as empresas mais eficientes e assertivas nas suas operações de logística internacional. Através de uma tecnologia desenvolvida especificamente para esta atividade, são coletados e analisados milhares de informações diariamente e em tempo real, para indicar previsibilidade e transparência para toda cadeia logística. São realizadas a automação e integração entre os fornecedores, garantindo transparência e eficiência. O programa tem como base as operações que ocorrem no Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Peru, Paraguai no segmento de importação, exportação, cabotagem no modal marítimo e aéreo e ainda é dividido em quatro módulos: Tracking Real Time, RPA Automação/Integração, Big Data Analytics e SearchX. Para saber mais, acesse -www.logcomex.com/

Sobre Helmuth Hofstatter

Helmuth Hofstatter desenvolveu sua carreira profissional sempre ligado a empresas que atuam no segmento do Comércio Exterior, especificamente ligadas à logística internacional. Foi contratado pelo TCP Terminal de Contêineres de Paranaguá como Coordenador de Projetos TI em que liderou diversas iniciativas que resultaram em melhoria e também de automação de rotinas e processos de um dos mais importantes portos de entrada e saída do país. Em paralelo a essa atividade, o especialista começou a criar a tecnologia que serviu de base para a LogComex, hoje uma das startups que mais cresce e revoluciona o Comércio Exterior Brasileiro.

Fonte: Carolina Lara
Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


2001-2019 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71