Clique Aqui
 Vereador propõe Diploma de Gratidão aos Amigos Especiais de Limeira - Portal Cordero Virtual

Vereador propõe Diploma de Gratidão aos Amigos Especiais de Limeira

Zé da Mix (PSB) também quer lei que identifica bebês com síndrome de Down

24/03/2019 08:30:01
O vereador Zé da Mix (PSD) protocolou nesta quinta-feira, 21 de março, o projeto de decreto legislativo que prevê a concessão do Diploma de Gratidão da cidade de Limeira e da Medalha do Mérito Cívico XV de Setembro “Ordem de Tatuiby” à Associação Amigos Especiais de Limeira (AEL).

A data escolhida para protocolar o projeto foi o Dia Internacional de Conscientização sobre a Síndrome de Down. “Essa data serve de exemplo e de motivação. A luta pela inclusão também é minha. Acompanho e sei muito bem o quão especiais são as pessoas que possuem essa síndrome”, disse o vereador.

O projeto de decreto legislativo enaltece os serviços prestados pela AEL ao município de Limeira desde 2012, ano em que foi fundada para enfrentar o preconceito contra a pessoa com síndrome de Down, dividir os desafios entre as famílias e compartilhar conquistas. O que era um sonho de oito famílias, ganhou força e hoje acolhe em suas atividades muitas pessoas de Limeira e região.

A AEL possui sede própria, na Taba do Brasil, no jardim Centreville, e oferece apoio pedagógico, aulas de dança, informática, equoterapia, organiza passeios com os jovens, palestras, eventos de lazer e está sempre presente em iniciativas para as quais é convidada para enaltecer a inclusão.

Projeto de Lei

Zé da Mix protocolou também o projeto de lei que cria regras para que os hospitais de Limeira informem às associações do município casos de bebês com síndrome de Down.

O projeto engloba unidades de saúde públicas e privadas. “É preciso que a identificação e a comunicação de que uma criança possui a síndrome de Down ocorra o quanto antes. Isso possibilita que os pais e familiares recebam todas as informações necessárias para entender e conhecer melhor essa situação”, justifica o vereador.

De acordo com o texto, a comunicação deverá ser feita se o caso de síndrome de Down for constatado durante a gestação ou pós nascimento. “Há entidades na cidade que podem orientar e preparar os pais para cuidar do bebê. O que acontece hoje é que muitas se assustam e isso pode afetar o ambiente familiar”, explica Zé.

Além de comunicar as instituições, os hospitais deverão entregar os pais a relação de entidades de Limeira que poderão recebe-los para oferecer orientações.

Os projetos passarão pela análise das comissões da Câmara Municipal antes de irem à votação.

Fonte: Dínamus
Compartilhe:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


2001-2019 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71