Alunos da rede municipal de Limeira voltam às aulas - Portal Cordero Virtual
05/02/2019 05:20:01

Alunos da rede municipal de Limeira voltam às aulas

O secretário de Educação, André De Francesco, comenta que, neste ano, a secretaria tem três objetivos principais: ampliar a formação dos professores e gestores; trabalhar com os alunos com foco nos assuntos que são objeto de avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); e otimizar os recursos.

Os 24.943 alunos das 84 unidades escolares da rede municipal de ensino iniciaram as aulas nesta segunda-feira (4). A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, preparou todas as escolas para receber os professores e alunos. Para os docentes, o início foi na sexta-feira (1º), com a recepção nas escolas e o preparo das primeiras aulas. Para o novo ano letivo, as expectativas na Emeief Prof. Noedir Tadeu Santini, por exemplo, são as melhores.

A diretora da unidade, Susana Elisabete Pereira, explica que o primeiro dia dos professores na unidade foi de reflexão sobre 2019. Apesar da expectativa positiva, ela conta que tenta mostrar aos professores que o ano também terá dificuldades. “A diferença está na maneira como lidaremos com essas dificuldades. O nosso foco, como sempre, será no ensino de excelência para os alunos”, destaca. Para o primeiro dia, Susana afirma que cada professora preparou algo dentro da realidade de cada classe.

Segundo ela, projetos que foram desenvolvidos no ano passado, terão continuidade. Ela cita a Geladeira do Conhecimento, um projeto que foi desenvolvido pelos alunos do 4º ano da escola dentro da Parceria Votorantim pela Educação (PVE). “Temos um grande foco na leitura e esse foi um projeto que desenvolvemos envolvendo a comunidade e a escola.” A geladeira com os livros fica numa praça em frente a escola e qualquer pessoa pode pegar um livro ou deixar um exemplar. Agora, os alunos do 5º ano continuarão o trabalho de controle e cuidado da geladeira. “Já tivemos muitas pessoas que nos falaram da importância de esses livros estarem ali e como os ajudaram”, conta.

O objetivo da escola, conforme a diretora, também se estende à produção e alfabetização dos alunos, como em todos anos. A escola é integral e busca parcerias para oferecer atividades para as crianças. “Já temos parceria com a Biblioteca Pedagógica, que ofereceu formação para as crianças com foco na leitura. Eles vão fazer produções de livros com origamis”, comenta. A Biblioteca Municipal também fez uma parceria com a escola. Cada turma focará em um autor e vão explorá-lo durante todo o ano.

A coordenadora da unidade, Sonia da Silva Araújo, destaca que a equipe de professores já está na unidade há alguns anos, alinhada aos objetivos da escola, o que facilita a preparação e recepção no início do ano letivo. “Os alunos já conhecem todos os professores, não é surpresa para eles esse início”, fala. Apenas uma turma, da 1ª etapa, é nova na escola e a recepção foi como sempre: apresentação das regras da escola, o professor e estrutura da escola. “Tem professor que opta para que outro aluno, que já conhece a escola, apresente o prédio aos novos alunos, o que permite maior contato e uma boa recepção aos novos alunos.”

Professora na Emeief Noedir há 20 anos, Alessandra Roberto Somerhalder, começa o ano otimista e feliz. “É uma outra turma que nós conhecemos e que podemos acompanhar durante todo o ano. As expectativas são as melhores”, afirma. Ela diz que, na primeira aula, conversa com os alunos sobre a importância desse novo ciclo. Neste ano, ela leciona para o 3º ano. “Eles completam um ciclo e precisam aprender muitas coisas para estarem preparados para o 4º ano. É preciso empenho deles e do professor para atingirmos os objetivos. Gosto de começar assim para eles levarem a sério e se esforçarem”, observa.

GESTÃO

O secretário de Educação, André De Francesco, comenta que, neste ano, a secretaria tem três objetivos principais: ampliar a formação dos professores e gestores; trabalhar com os alunos com foco nos assuntos que são objeto de avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); e otimizar os recursos. Além disso, haverá a repactuação do Projeto Votorantim pela Educação (PVE).

Para a formação dos gestores, conforme o secretário, a pasta contará com o PVE para manter a formação iniciada em 2018. Já quanto à formação dos professores, André explica que serão revistos os processos de formação no sentido de ampliar o desenvolvimento profissional dos docentes, inclusive com a continuação do Encontro Municipal de Educação Continuada (EMEC), realizado pela primeira vez no ano passado. “A continuação da formação e da valorização dos educadores é um dos nossos objetivos neste ano”, cita.

Além disso, segundo André, 2019 será ano de avaliação para o Ideb e a secretaria estuda ampliar o foco dos estudos nos assuntos que serão avaliados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). “A ideia é que eles se familiarizem com os modelos de avaliação do Ideb”, explica.

André salienta que a otimização dos recursos da Secretaria de Educação é outra meta para este ano. Segundo ele, a intenção da pasta é otimizar esses recursos, tanto dos profissionais quanto materiais, para que eles sejam bem aproveitados por toda a rede, utilizando-os com eficiência.

Foto(s): Adilson Silveira
Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura de Limeira

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

COBERTURAS

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS

2001-2019 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71