Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com as nossas Políticas de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BUSCAR MATÉRIAS
BUSCAR MATÉRIAS
 Dúvidas sobre a vacina da febre amarela em Cordeirópolis - Portal Cordero Virtual

Dúvidas sobre a vacina da febre amarela em Cordeirópolis

Cordeirópolis não está na área de risco.

26/01/2018 10:28:38
Dúvidas sobre a vacina da febre amarela em Cordeirópolis
Dúvidas sobre a vacina da febre amarela em Cordeirópolis
A Secretaria de Saúde de Cordeirópolis reforça à população que o público alvo da vacinação são os cidadãos que irão viajar para locais de risco ou que moram na zona rural. Segundo a secretária de Saúde, Jordana Cassetário, a partir de segunda-feira (29) o morador que for se imunizar deverá comparecer na unidade de saúde do bairro Jardim São Luiz. "A vacina ficou centralizada neste posto, de segunda, quarta e sexta-feira, das 8h às 11h. No entanto, para recebê-la o cidadão deverá apresentar os seguintes documentos: cartão do SUS do município, comprovante de residência, comprovante de viagem, sendo obrigatória também a apresentação da carteira de vacina", pontuou.

Ainda de acordo com a secretária, Cordeirópolis não está na área de risco. "É importante esclarecer que não estamos na área de risco e que possui uma boa adesão de vacinas preventivas. No Brasil os locais de risco são as regiões de matas e rios das seguintes regiões: todos os estados das regiões norte e centro-oeste, bem como parte da Região Nordeste (estado do Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia), região sudeste (estado de Minas Gerais, oeste de São Paulo e norte do Espírito Santo) e região sul (oeste dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul)", frisou a secretária.

Além disso, a Secretaria de Saúde alerta que a vacina não deve ser tomada por:

- Pessoas que já tomaram a vacina anteriormente;

- Pessoas com HIV/AIDS (somente poderão tomar após avaliação médica); 

- Pessoas que estejam em tratamento com radioterapia e quimioterapia; 

- Pessoas com histórico de alergia a ovo;

- Bebês com idade abaixo de nove meses; 

- Gestantes (em qualquer fase da gestação); 

- Mulheres que estejam amamentando; 
- Pessoas com doenças autoimunes e doenças hepáticas; 

- Imunossuprimidos. 

Fonte: Prefeitura Municipal de Cordeirópolis
ÚLTIMAS NOTÍCIAS


2001-2024 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71