Facebook Twitter Instagram

Cordeirópolis-SP, 18 de dezembro de 2017


 Após 10 anos, anunciado projeto para ocupação de área da antiga União em Limeira - Portal Cordero Virtual
06/12/2017 14:16:37
Após 10 anos, anunciado projeto para ocupação de área da antiga União em Limeira
O anúncio de projetos para o espaço foi feito na tarde desta terça-feira durante entrevista coletiva realizada na sala de reuniões do gabinete do prefeito, no Edifício Prada.
Uma das regiões mais antigas e históricas de Limeira, esquecida há pelo menos dez anos, será finalmente ocupada. O prédio que abrigou a refinaria de açúcar da marca União por décadas deverá nos próximos anos receber investimentos residenciais, comerciais e de serviços. "Conversas com a empresa proprietária da área vem sendo realizadas desde o início da nossa administração", disse o prefeito Mario Botion. "As tratativas evoluiram de forma significativa e um amplo investimento está sendo previsto para o imóvel", complementa.

O anúncio de projetos para o espaço foi feito na tarde desta terça-feira durante entrevista coletiva realizada na sala de reuniões do gabinete do prefeito, no Edifício Prada. "Com isso, bairros como a Boa Vista e Vila Camargo terão um novo aspecto de revitalização", diz o prefeito. A Boa Vista e a Vila Camargo estão entre os bairros mais antigos de Limeira.
O arquiteto André Blanco, do Instituto Ambiental Total, e contratado da HBS Participações – grupo proprietário da área que pertenceu a Copersucar – fez a apresentação dos projetos e investimentos previstos para o espaço. Denominado de "Cidadela União", o local após ganhar os investimentos ajudarão a requalificar e dar uma nova cara aos bairros Boa Vista, Vila Camargo e Vila Queiroz, além de ocupações urbanas vizinhas, conforme reforça o arquiteto.

Blanco atua na área acadêmica. Ele é professor da Unip e em trabalho com alunos já vinha desenvolvendo projetos de ocupação visando utilização daquele espaço com residências e atividades comerciais. A proposta acabou coincidindo com interesses do grupo proprietário da área, o que resultou no projeto apresentado hoje.

De acordo com Blanco, os investidores pretendem estabelecer parcerias para viabilizar negócios imobiliários na ordem de R$ 600 milhões e de comércio e serviços que totalizem mais R$ 400 milhões. Além disso, são discutidos a construção de um terminal intermodal e de uma nova rodoviária para o espaço. Todo o complexo também prevê um espaço para área verde. O arquiteto Eduardo Guerreiro, da Wallz Arquitetura e Design, também contratada da HBS, informou que estão previstas 1.700 unidades residenciais que contemplem interessados de todas as faixas de renda.
A HBS, de acordo com Blanco, deverá iniciar os investimentos em 2018. Isso, conforme explica, dependerá de aprovação de legislação sobre o uso e ocupação do solo da região e de aprovações de projetos. "É provável que consigamos enviar projetos para a Câmara já entre os meses de fevereiro e março", observa Botion.

Durante a apresentação, Blanco elogiou as tratativas mantidas com secretários municipais e com o prefeito. "Houve um trabalho intenso de nossos secretários", reforça Botion, referindo-se a Tito Almirall (Desenvolvimento, Turismo e Inovação) e Matias Razzo (Urbanismo). O prefeito lembrou que o foco principal de seu governo vem sendo o desenvolvimento e a prosperidade do cidadão.

CIDADES INTELIGENTES
O projeto apresentado nesta terça-feira para ocupação da antiga área da refinaria União contempla também o conceito de cidades inteligentes. O complexo que nascerá na região estará interligado a inúmeros aspectos, como conexões viárias e urbanísticas. Também haverá conexão com setores da sociedade – público, privado e a sociedade civil, neste último como as universidades e entidades como Acil, Sicomercio, Ciesp/Fiesp, Sincaf, entre outras. O complexo ainda manterá vínculos com programas, arranjos e projetos – no caso, cidades sustentáveis, arranjos produtivos locais e com os smart cities (projetos cidades inteligentes).

Foto(s): Adilson Silveira
Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura de Limeira

VEJA MAIS NOTÍCIAS
Clique Aqui

COBERTURAS

MAIS COBERTURAS

2001-2017 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71