RIP: Argentina! - Portal Cordero Virtual

RIP: Argentina!

02/11/2019 23:14:58
Estou realmente sensibilizado com o resultado da eleição da Argentina, e antes que digam que estou sendo provocador, não estou. Realmente me sensibilizei. Trata-se de um belo país, de um povo que, apesar das rivalidades no futebol com o Brasil, sempre foi receptivo e cordial com nossa pátria.

Engana-se quem acha que os problemas do nosso vizinho nasceram com Mauricio Marcri. Até 1950, eles tinham o maior PIB per capita do planeta e foi o único país rico do mundo a empobrecer depois de décadas de Peronismo e Kirchnerismo.

Mas sobre a eleição recém passada, só me resta dizer o que acho: A Argentina morreu desta vez!
Mauricio Macri não foi derrotado apenas nas urnas, ele foi derrotado como cidadão Argentino. Ele lutou durante todo o seu mandato para implantar as reformas necessárias para que a Argentina retomasse o crescimento e mudasse o rumo decadente que ele assumiu da era Kirchner, de 2007 a 2015.

Encontrou muita resistência do parlamento, não teve pulso para impor reformas necessárias, se fez mediano entre o populista e o conservador. O resultado da falta de coerência entre discurso e atitudes foi sentido nas urnas.
O que a Argentina nos deixa como aprendizado? Ela ensina que sempre poderemos errar novamente.

Nesse sentido, é crucial entender que aqui existe urgência nas reformas tributária e política. Não podemos deixar o discurso Argentino contaminar os caminhos que precisam ser trilhados. É preciso crescer e retomar a prosperidade, pois não podemos, daqui a 3 anos, flertar com os erros do passado novamente.

Infelizmente, a posição antagônica entre nosso Presidente e o eleito argentino Alberto Fernandez (que gritou Lula Livre em seu discurso de vitória) poderá prejudicar os negócios e as exportações, sempre lembrando que a Argentina é hoje nosso 3º parceiro comercial em importância.

Os outros reflexos da eleição Argentina poderemos sentir com a transição do governo por lá, mas já pelo início, não serão bons reflexos.

De pronto, o Banco Central Argentino, para proteger as reservas que vêm despencando, restringiu a compra de dólares a US$200,00 por pessoa a cada mês. ISSO MESMO, US$200/MÊS POR PESSOA. Racionamento absoluto! O dia de amanhã é bastante obscuro para os argentinos.

Essa guinada populista nos trilhos do nosso vizinho pode nos afetar em curto prazo mas, com a blindagem certa de nossa política econômica, podemos nos proteger de um eventual contágio no longo prazo.

Não podemos mais errar aqui no Brasil. Seria fatal.
 Politiconomia - Portal Cordero Virtual
Politiconomia
Por: Marcelo L. Braga
Espaço para trazer assuntos da economia e da política, ajudando na formação de opiniões e cidadania.
Compartilhe:
MAIS ARTIGOS DESTE COLUNISTA

Outras Colunas:
Os conteúdos publicados por colunistas ou visitantes no Portal Cordero Virtual não expressam a opinião do Portal Cordero Virtual, sendo de responsabilidade de seus autores. Clique aqui e veja os Termos e Condições de Uso do Portal Cordero Virtual.
Clique Aqui

2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71