Cicatrizes da vida - Portal Cordero Virtual

Cicatrizes da vida

31/07/2019 15:18:23
Já pensaram nas cicatrizes que nos acompanham? Ralados, manchas, lesões, ferimentos... Dê uma olhada na sua perna, será que encontra alguma?

Visíveis ou não, todos nós temos cicatrizes, que marcaram um momento de nossas vidas.

As aparentes doem, podem até sangrar, mas com o tempo diminuem, e deixam no máximo uma marca.

Mas as feridas da alma, que estão alojadas em nosso coração, essas podem nos machucar por muito tempo. Podem ser as mais difíceis de curar, demoram dias, meses, ou até anos.O que podemos fazer para ameniza-las então? 

Em nossa vida temos que lidar com várias feridas: frustrações, decepções, arrogância, inveja, infidelidade, insatisfações, e por aí vai.Algumas podem não terem sido curadas 100%.

Mas posso dizer que temos um grande aliado: o tempo, nosso sábio amigo, que nos dá a maturidade e a compreensão de coisas que naquele momento eram “indigeríveis”.

Mesmo assim, algumas vezes, elas voltam à lembrança,para sabermos que estão lá.

É preciso ter coragem e determinação para mexer em certas feridas. Se este é seu caso, como é o meu também, indico procurar um profissional que nos ajude a compreender melhor a situação vivida e os sentimentos gerados.

Isso pode causar incômodo, sofrimento e até provocar algum “sangramento”. Mas é importante limpar/ esterilizar, quero dizer, compreender claramente. Para então deixar que o ferimento cicatrize. Acredito que essa seja a melhor forma. O remédio/ a cura está dentro de nós.

Cada cicatriz que carregamos, estejam elas doendo ou não, revelam momentos vividos. E porque não dizer que revela nossa superação? Afinal passamos por elas e continuamos firmes e fortes, prontos para encarar os desafios da vida.

Olhe com carinho para suas cicatrizes. Não é feio tê-las, muito pelo contrário, fazem parte da vida. Ame a pessoa que é e que se tornou apesar das feridas. Perceba como é forte, e soube superar cada obstáculo. 

O que adianta uma vida sem cicatrizes, se não for vivida de forma intensa? É isso que vim propor.

Entrega-se, ame, divirta-se, sorria, viva!Terá sofrimento? Vai doer? Sim... mais tudo isso não faz parte da vida? 

“Eu adoro a ambivalência poética de uma cicatriz, que sempre passa duas mensagens: 

- Aqui doeu. Aqui sarou.”

(Louise Madeira)
 Aprendendo a Ser - Portal Cordero Virtual
Aprendendo a Ser
Por: Mariana Chagas
Reflexões sobre a vida de uma jovem deficiente, apaixonada por livros, séries, filmes, viagens;que está sempre em busca de suas realizações.
Compartilhe:
MAIS ARTIGOS DESTE COLUNISTA

Outras Colunas:
Os conteúdos publicados por colunistas ou visitantes no Portal Cordero Virtual não expressam a opinião do Portal Cordero Virtual, sendo de responsabilidade de seus autores. Clique aqui e veja os Termos e Condições de Uso do Portal Cordero Virtual.
Clique Aqui

2001-2020 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71