Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com as nossas Políticas de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

REALIZAR BUSCA
REALIZAR BUSCA
 Cordeirópolis, 70 anos de autonomia - Portal Cordero Virtual

Cordeirópolis, 70 anos de autonomia

18/03/2019 15:50:17
Em março de 1948, o então distrito de Cordeirópolis, que era vinculado a Limeira, começou seu movimento visando a emancipação e a criação do município.  

Diversos representantes da sociedade, como empresários, funcionários públicos e outros membros destacados reuniram-se e fundaram o “Movimento Pró-Município de Cordeirópolis”, que angariou assinaturas de um abaixo assinado pedindo a emancipação. 

O abaixo assinado foi encaminhado aos então deputados Castro de Carvalho e Cunha Bueno, que remeteram à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Analisado pelas comissões do Poder Legislativo, concluiu-se que o pedido estava apto para ser apreciado, pois o distrito tinha condições de se tornar município. 

Para isso, era necessário a realização de um plebiscito, onde a população deveria ser consultada sobre a solicitação da comissão. Marcada a votação para 3 de outubro de 1948, o “SIM”, que pedia a independência de Limeira foi aprovado por grande maioria. 

Depois, os pedidos de todos os distritos do Estado de São Paulo que pleiteavam sua elevação a município foram reunidos num projeto, que se transformou na Lei Estadual nº 233, de 24 de dezembro de 1948. Na verdade, esta seria a data correta de comemoração da criação do município, ao invés do 13 de junho que é lembrado atualmente. 
Após a criação do município por lei, a Justiça Eleitoral passou a tomar medidas para sua efetiva implantação e funcionamento. Foi fixado o dia 13 de março de 1949 para a eleição do Prefeito e dos Vereadores que iriam compor a primeira Câmara Municipal. Para aquele mandato, não havia o Vice-Prefeito, que só foi implementado para os municípios novos a partir das eleições de 1952. 

Os candidatos foram Aristeu Marcicano, proprietário do cartório local, pela coligação PTB-PSD e o Dr. Huberto Levy, pelo PSP, partido do Governador do Estado, Ademar de Barros. Aristeu Marcicano recebeu 590 votos e Huberto Levy, 415. A Câmara ficou dividida em 7 vereadores do PSD, com 501 votos, 5 vereadores do PSP, com 407 votos e 1 vereador do PTB, com 14 votos. Estavam inscritos 1.224 eleitores, tendo votado 1.025 e anulados 13 votos. 
A Câmara Municipal de Cordeirópolis foi instalada no dia 27 de março de 1949, com a presença do Juiz de Direito de Limeira, Dr. Raul da Rocha Medeiros Jr., dos deputados Otavio Lopes Castello Branco e Décio de Queiroz Telles, do padre Santo Armelin, pároco de Cordeirópolis e o Prefeito de Limeira, José Marciliano da Costa Júnior, com a posse de prefeito e vereadores.  Também neste dia passou a funcionar a Prefeitura Municipal, no prédio que abrigava a Sub-Prefeitura desde 1942. 

A primeira legislatura de Cordeirópolis era composta dos vereadores  Adolpho Fratini (depois de seu falecimento, assumiu Antonio Thirion), Angelo João Masutti, Angelo Pagotto (posse em 01/04/1949), Antonio Joaquim Rodrigues (com seu falecimento, a partir de 23.10.1952, foi sucedido por Francisco Fantus), Antonio Nardini (renunciou, assumiu Benedito Guimarães Cruz), Benedito Ramos Feres, Prof. Bento Avelino Lordello, Chirubim Alves de Oliveira (posse em 1º./04/1949; em virtude de renúncia, assumiu Antonio de Cerqueira Pinto Filho), Durval Alves, Jacob Tomazella, Jamil Abrahão Saad, Prof. Jorge Fernandes e Pedro Antonio Hespanhol (tomou posse em 1º. de abril de 1949). Esta legislatura se encerrou em 26 de março de 1953.
 Revivendo História - Portal Cordero Virtual
Revivendo História
Por: Paulo César Tamiazo - Historiador - MTE nº 713/SP
Revivendo a Historia publica artigos periódicos sobre os mais variados temas da História de Cordeirópolis - https://orcid.org/0000-0003-2632-6546
Compartilhe:
MAIS ARTIGOS DESTE COLUNISTA

Outras Colunas:
Os conteúdos publicados por colunistas ou visitantes no Portal Cordero Virtual não expressam a opinião do Portal Cordero Virtual, sendo de responsabilidade de seus autores. Clique aqui e veja os Termos e Condições de Uso do Portal Cordero Virtual.

2001-2022 - Portal Cordero Virtual
CNPJ: 24.503.804/0001-71